20 de Julho 23:52
Turquia bloqueia acesso ao WikiLeaks após vazamento

Site vazou documentos relacionados ao partido governista turco

Da Ansa
- Agência Italiana de Notícias

As autoridades da Turquia bloquearam o acesso ao site WikiLeaks após o anúncio do vazamento de quase 300 mil documentos do Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP, na sigla em turco), do presidente Recep Tayyip Erdogan.

"A censura é sempre um sinal de medo - alguém está com muito medo do WikiLeaks", publicou o organismo em sua conta no Twitter.

Dias antes, quando anunciaram o vazamento, representantes do site disseram que "apoiadores do partido AKP devem prestar atenção. Nosso megavazamento pendente de documentos tanto ajuda como prejudica o AKP. Estão prontos para descobrir tudo?". O primeiro lote de documentos contém 294.548 e-mails, sendo que o envio do mais recente é datado de 6 de julho de 2016 e o mais antigo de 2010.

A organização fundada por Julian Assange, que se encontra exilado na Embaixada do Equador em Londres, denunciou ter sofrido um "duro" ataque de hackers por conta do vazamento.

deBrasília.com.br - todos direitos reservados ©
Para anunciar: comercial@debrasilia.com.br    Tel:(61) 8150-0256
Para envio de material/releases: contato@debrasilia.com.br
Desenvolvido por MadMídia