26 de Fevereiro 17:01
Apesar de cessar-fogo, Rússia segue bombardeando rebeldes na Síria

A poucas horas da entrada em vigor de uma nova tentativa de cessar-fogo na Síria, a Rússia continua a bombardear posições dos rebeldes. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (26) pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). A trégua entra em vigor às 22h GMT, 19h de Brasília.

  • Ft.: Abd Doumany/ AFP/ RFI Integrantes de facção rebelde procuram por sobreviventes de bombardeio russo no bairro de Ghouta Oriental, em Douma, na Síria, nesta sexta-feira (26)
  • Da RFI
    - Rádio França Internacional *

    O OSDH registrou que bombardeios "mais intensos do que o normal", sobretudo no bairro de Ghuta Oriental, em Douma, no norte da província de Homs (centro) e no oeste da província de Aleppo (norte).

    Moscou não confirma ter realizado ataques aéreos hoje mas afirma que as operações das forças russas na Síria continuam. "A aviação russa apoia o exército de Damasco e mira as organizações terroristas, o grupo Estado Islâmico, a Frente Al-Nosra e organizações incluídas na lista negra do Conselho de Segurança da ONU", declarou o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov.

    O porta-voz ainda desdenhou das informações emitidas pelo OSDH. "Sabemos que o Observatório já deu muitas vezes informações que, infelizmente, não estavam confirmadas e não se apoiavam em nenhum dado confiável", comentou Peskov.

    Já o presidente russo, Vladimir Putin, prometeu prosseguir com sua luta contra "organizações terroristas", mesmo depois da entrada em vigor do cessar-fogo, estabelecido pela Rússia e os Estados Unidos. "Quero deixar claro, mais uma vez, que o cessar-fogo não diz respeito aos grupos EI, Frente Al-Nosra e outras organizações terroristas reconhecidas como tal pelo Conselho de Segurança da ONU", afirmou Putin. "A luta implacável contra eles continuará", acrescentou, durante uma reunião com os serviços de inteligência russos (FSB).

    Rebeldes participarão de cessar-fogo

    Cerca de 100 facções rebeldes aceitaram respeitar o cessar-fogo na Síria, anunciou hoje o Alto Comitê de Negociação (HCN), que reúne os grupos-chave da oposição e da rebelião. "As facções do Exército Sírio Livre e da oposição armada estão de acordo em respeitar a trégua que vai durar duas semanas", indicou o HCN em um comunicado enviado à AFP.

    O HCN diz ainda que uma comissão militar presidida por seu coordenador-geral, Riad Hijab, foi formada para acompanhar a aplicação da trégua.

    Respeito da trégua será "complicado"

    O cessar-fogo deve entrar em vigor às 22h GMT (19h de Brasília) desta sexta-feira, segundo estipula o acordo russo-americano de segunda-feira. Mas especialistas afirmam que a aplicação da trégua será complicada devido às alianças entre os rebeldes islamitas e não islamitas em algumas áreas do país.

    Além disso, o cessar-fogo pode ser boicotado pela rebelião, que segue no alvo dos russos. Os países ocidentais acusam a Rússia de atacar os grupos rebeldes moderados contrários ao presidente sírio, Bashar al-Assad, em vez de se concentrar exclusivamente nas organizações jihadistas como o EI ou a Frente Al-Nosra.

    * com informações da AFP

    deBrasília.com.br - todos direitos reservados ©
    Para anunciar: comercial@debrasilia.com.br    Tel:(61) 8150-0256
    Para envio de material/releases: contato@debrasilia.com.br
    Desenvolvido por MadMídia