08 de Fevereiro 19:44
Tec: Impressora do futuro funcionará como computador

Além de maior mobilidade, amplitude de funções, novidades no campo incluem máquinas mais rápidas e baratas, além de tintas sólidas

Com investimentos em tecnologia e inovação, as tradicionais impressoras estão se adequando às demandas contemporâneas, oferecendo um mix de autonomia de operação com práticas mais sustentáveis. "As impressoras do futuro se aproximam, em capacidade e funcionalidade, a um computador, e estarão aptas a realizar a maioria das funções de hoje com mais inteligência e sem a necessidade de conexão a uma máquina externa", explica Daniel Monteiro, consultor da ImpressorAjato.com (www.impressorajato.com.br), e-commerce do setor. Para Monteiro, as principais tendências do segmento são:

1. Ênfase em conectividade e mobilidade

Em geral, os novos modelos de impressoras e scanners são capazes de ser conectar à internet, e não apenas funcionar como um dispositivo na rede wi-fi. Isso significa, por exemplo, que um funcionário trabalhando em home office pode imprimir um documento no equipamento da empresa diretamente do seu computador em casa. Da mesma maneira, não é mais necessário um PC para escanear um arquivo: ele pode ser enviado para qualquer endereço direto da máquina. "Já existem modelos da Samsung, por exemplo, que vêm com um tablet embutido", conta o especialista.

2. Alta velocidade por valor acessível

Hoje, já é possível comprar um equipamento capaz de imprimir 40 folhas frente e verso por minuto por cerca de R$ 1.300 – compatíveis com o orçamento da maioria das PMEs e até profissionais autônomos. No modo paisagem, em que a folha é dobrada pela metade, isso significa ter um pequeno livro pronto a cada 60 segundos.

3. Menor preço e maior longevidade

A queda dos preços, aliás, é uma tendência generalizada do setor. E isso não diz respeito apenas ao valor da máquina, mas a todo o gasto com manutenção dos equipamentos. Para Monteiro, a nova geração de impressoras e scanners opera com um custo mensal baixíssimo, além de oferecer maior durabilidade. "Pode-se dizer que as impressoras vão durar cada vez mais e demandar cada vez menos manutenção", diz ele.

4. Em busca da tão sonhada sustentabilidade

Na ImpressorAjato.com, um dos modelos mais inusitados é a Xerox 8580, por um motivo simples: as tintas utilizadas pela máquina vêm em blocos de cera chamados de ColorQube. A novidade é uma amostra das novas direções tomadas pela indústria do setor para a necessidade do uso do papel com práticas sustentáveis. O ColorQube dispensa embalagens e cartuchos, portanto, após ser utilizado – num processo de aquecimento que derrete a cera –, não há descarte de resíduos. Outro exemplo ainda mais novo são as unidades da Brother que usam tanques de tinta. Quando acaba, basta reenchê-los.

deBrasília.com.br - todos direitos reservados ©
Para anunciar: comercial@debrasilia.com.br    Tel:(61) 8150-0256
Para envio de material/releases: contato@debrasilia.com.br
Desenvolvido por MadMídia