03 de Fevereiro 13:04
Inovações no Adobe Marketing Cloud aprimoram experiência digital do consumidor e aumentam receita do varejista

A linha exclusiva apresentada na NRF aposta em personalização embasada no comportamento online do consumidor

Com o novo recorde nas vendas do varejo americano nesta temporada de fim de ano – US$83 bilhões gastos online, de acordo com o Adobe Digital Index – há uma grande oportunidade para os varejistas, que se estende além da temporada de fim de ano. E, com o objetivo de apoiar – ainda mais – o mercado, a Adobe apresentou na última NRF (Retail´s BIG Show), diversas inovações nos produtos da sua linha Marketing Cloud, com mudanças que ajudarão os varejistas a integrar informações, conteúdo rico e gestão de campanhas em uma única plataforma, incluindo:

· Remarketing Direcionada por Dados (Data-Driven Remarketing): Pela primeira vez, os varejistas poderão unir o comportamento online do consumidor aos dados contextuais, possibilitando assim a criação e o envio de um trigger de revenda definido pelo usuário, tal como um e-mail, notificação de envio ou SMS, de forma a aumentar as chances do consumidor realizar a compra.

Os dados são obtidos a partir do Adobe Analytics e, em seguida, monitorados e entregues no Adobe Campaign. Se um consumidor visualiza a foto de um par de sapatos por vários minutos, a loja de departamentos poderá enviar um e-mail com este produto em destaque e incentivá-lo com um cupom de 5% de desconto.

A Adobe tem a única tecnologia da indústria capaz de fazer remarketing em tempo real com mensagens personalizadas e com base no histórico de comportamento. Além disso, os varejistas podem enviar notificações para o dispositivo móvel de um cliente por meio do Adobe Mobile Core Service.

· Notificações push personalizadas: Notificações push em celulares agora têm suporte de dados analíticos robustos, entregando mensagens intuitivas e personalizadas. Com o Adobe Mobile Core Service e o Adobe Analytics, os varejistas podem criar segmentos avançados para o público-alvo e, assim, se engajarem com o comprador com base em fatores tais como o comportamento e as preferências do usuário.

Por exemplo, um varejista de vestuário poderá criar um segmento de clientes e identificar qual o próximo item que esse grupo está mais propenso a comprar. Uma notificação com a promoção de um produto que ainda não tenha sido comprado poderá ser enviada a qualquer cliente neste segmento.

· Experiência de mídias compráveis personalizadas: Durante a NRF do ano passado, a Adobe apresentou as experiências de mídias compráveis: uma maneira das marcas criarem conteúdos atraentes e dinâmicos e conectá-los aos detalhes do produto e aos botões de 'comprar' com um vídeo ou uma tela embutido/a para gerar conversões.

No NRF desse ano, o público conheceu novos avanços na área de mídias compráveis, que melhoram a experiência digital dentro da loja física e oferecem ainda mais personalização aos consumidores.

De acordo com dados do relatório The State of Content, consumidores entrevistados em seis países observaram que as imagens e os vídeos utilizados em todos os canais, precisam ser "relevantes, contextuais e otimizados" para conseguir mantê-los engajados.

Por meio do Adobe Experience Manager e do Adobe Target, os varejistas podem facilmente - e em tempo real - testar e direcionar conteúdos interativos para os compradores de forma a gerar conversões por meio do celular, das mídias sociais e dentro da loja física.

Os consumidores podem usufruir uma experiência relevante, dinâmica e em tempo real com base em dados, tais como sua localização e seu histórico de compras.

· Compras em lojas físicas unem-se a experiências digitais: Estão sendo ampliados também os recursos do Adobe Experience Manager Screens para meios de comunicação compráveis, permitindo que os varejistas alcancem os consumidores em casa, na rua, na loja e em qualquer lugar que prolifere o conteúdo digital. Por exemplo, os banners que as pessoas costumam ver online, em seus desktops ou em seus dispositivos móveis, podem ser exibidos em grandes telas nas lojas físicas e os clientes podem interagir e fazer compras por meio deste conteúdo.

Além dessas novidades, a Samsung Electronics America demonstrou como os comerciantes podem usar o Adobe Experience Manager Screens para colaborar com as imagens do produto e outros ativos digitais em tempo real usando três telas Samsung touch-screen de 55 polegadas para a demonstração e o parceiro da Adobe, Razorfish, demonstrou o funcionamento da Adobe Marketing Cloud com a Razorshop. A Razorshop é uma loja conceitual que estende a personalização online para a experiência dentro da loja física.

Atualmente, oito dos dez maiores varejistas do mundo confiam no Adobe Marketing Cloud e a Adobe está sempre atenta a uma melhora contínua para ajudar os varejistas a compreender melhor os seus clientes e a encantá-los.

Sobre o Adobe Digital Index

 

O Adobe Digital Index publica pesquisas sobre marketing digital e outros temas de interesse para altos executivos de marketing e e-commerce em todos os setores. A pesquisa é baseada na análise dos dados selecionados, anônimos e agregados de mais de 4.500 empresas em todo o mundo que usam a Adobe Marketing Cloud para obter dados acionáveis ​​e análises de atividade em seus sites. A margem de erro da Previsão de Compras Online 2015 é de 3%, com um nível de confiança de 90%.

Sobre a Adobe Systems Incorporated

A Adobe está mudando o mundo por meio de experiências digitais. Para mais informações, visite www.adobe.com/br/ 

deBrasília.com.br - todos direitos reservados ©
Para anunciar: comercial@debrasilia.com.br    Tel:(61) 8150-0256
Para envio de material/releases: contato@debrasilia.com.br
Desenvolvido por MadMídia