12 de Janeiro 22:04
Lei seca para bebuns cariocas é só no verão

Até o fim de fevereiro, os agentes estarão de quinta-feira a domingo nos principais acessos da orla, alertando a população

  • Ft.: Fernando Frazão/Agência Brasil Operação Lei Seca fiscaliza motoristas nas tardes de quinta a domingo, em pontos estratégicos na saída de praias, durante o verão. Na foto, agentes atuam próximo à praia de Copacabana no sábado (10)
  • Da Agência Brasil

    Nos três primeiros dias da Operação Lei Seca, iniciada na última sexta-feira (9), 1.131 condutores foram abordados e 362 multas, aplicadas. A operação resultou no reboque de 59 veículos e na apreensão de 54 carteiras de habilitação. Dos 358 testes de etilômetro realizados, 125 apresentaram alcoolemia. Conforme balanço liberado na manhã dessa segunda-feira, 12,pela Secretaria de Estado de Governo do Rio de Janeiro, 98 motoristas não se submeteram ao bafômetro.

    O coordenador-geral da Operação Lei Seca, tenente-coronel Marco Andrade, enfatizou os deveres e responsabilidades dos motoristas. “O número de abordados e multados é quase o dobro do registrado em uma operação rotineira. O carioca precisa entender que, assim como no período noturno, também deve dar exemplo de cidadania na saída da praia e contribuir com a campanha para salvar vidas. Tenho certeza de que até o fim do verão os números desse primeiro final de semana serão revertidos em benefício da sociedade fluminense”, disse.

    Até o fim de fevereiro, os agentes estarão de quinta-feira a domingo nos principais acessos da orla, alertando a população sobre o perigo da mistura de álcool e direção. Serão 15 operativos em cada fiscalização, com apoio de funcionários da Secretaria de Governo, da Polícia Militar e do Detran.

    Durante as ações nas praias, os agentes da Operação Lei Seca usarão bermuda, camisa polo branca, com identificação e boné.

    Lúcia Maria dos Santos, de 49 anos e moradora de Copacabana, na zona sul, concorda com a operação. Segundo ela, somente dessa forma os banhistas se conscientizarão da importância de não ingerir bebida alcoólica antes de dirigir.

    “Muitas pessoas bebem na praia, normalmente famílias, até com crianças pequenas. É importante uma ação como esta, porque a maioria pensa que, tomando apenas uma cerveja, não tem problema. Vidas são destruídas ou perdidas para sempre por causa da imprudência de alguns motoristas”, ressaltou.

    deBrasília.com.br - todos direitos reservados ©
    Para anunciar: comercial@debrasilia.com.br    Tel:(61) 8150-0256
    Para envio de material/releases: contato@debrasilia.com.br
    Desenvolvido por MadMídia