12 de Agosto 15:05
Aplicativo de Startup brasileira concentra perfis de redes sociais em timeline única

Wikipass, lançado oficialmente ao público em maio deste ano, permite gerenciar diferentes perfis em uma mesma interface; produto está disponível nas versões Web, IOS e Android

Concentrar várias redes sociais em uma mesma interface, facilitando o acompanhamento e o gerenciamento das publicações. Essa é a proposta do Wikipass, aplicativo desenvolvido em Caxias do Sul (RS), que integra, em uma única timeline, atualizações de Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram e Youtube. Juntas, essas redes sociais somam 2,2 bilhões de usuários no mundo – sendo que só no Youtube são assistidos 4 bilhões de vídeos por dia.

De acordo com André Telles, especialista em inovação e consultor do Wikipass, “o principal diferencial do aplicativo em relação aos principais concorrentes (Hootsuite e Flipboard) é a possibilidade de criar uma timeline inteligente – ocultando ou dando mais visibilidade a determinados conteúdos”.

Criado em 2012, mesmo ano do lançamento da versão Beta, o Wikipass foi oficialmente apresentado ao público em maio deste ano e está disponível em três línguas: inglês, espanhol e português. Os criadores do aplicativo projetam chegar a 200 mil usuários até o fim de 2014.

Dados do Pew Research Center apontam que 19% dos usuários de redes sociais usam três ou mais plataformas simultaneamente, o que significa um volume de usuários de quase 9 milhões de pessoas no Brasil e 201 milhões em todo o mundo. Esses números justificam o foco do Wikipass nos usuários finais e não no mercado corporativo. Embora recente, a plataforma gratuita - disponível para Web, IOS e Android - já soma participantes de 20 países.

“Em 2010, percebemos uma quantidade crescente de redes sociais e a dificuldade em administrá-las. Pensamos que seria interessante juntar todas em uma única timeline e permitir que se fizesse filtros do que realmente queremos ver”, explica Diego Boufleur, diretor-executivo do Wikipass. “Conseguimos incluir funções que permitem colocar pessoas e conteúdos como favoritos ou ocultá-los. Também é possível priorizar redes. Ou seja, a pessoa pode gerir o conteúdo que visualiza”, ressalta a diretora de operações, Cintia Schoeninger.

No processo de amadurecimento do aplicativo e suas funcionalidades, os sócios perceberam a aceitação do público à versão mobile. As principais razões para isso são: a redução no uso da capacidade de processamento e memória dos smartphones e a facilidade de interação entre diferentes redes e perfis. “Aplicativos de redes sociais podem somar 240 megabytes no smartphone, enquanto o Wikipass tem somente 6 megabytes”, esclarece Boufleur. “De maneira geral, o aplicativo convence por ser gratuito, contribuir na redução no consumo de banda e otimização do uso das redes sociais em tempo e em qualidade do que se pretende ver”, avalia.

Desde 2012 em operação, a companhia se capitalizou por meio do fechamento de capital, em 2013, quando alavancou cerca de R$ 1,4 milhão para o seu desenvolvimento. “Essa estratégia foi muito bem definida para viabilizarmos o nosso crescimento. Agora contamos com um grupo de investidores de perfil bastante diverso”, conta Boufleur. O próximo passo, além da consolidação do aplicativo no sistema Android, lançado no final de julho, será a integração com Tumblr.

Sobre o Wikipass

Lançado em 2012 em versão Beta, o Wikipass é um aplicativo gratuito que concentra a visualização de redes sociais (Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram e Youtube) numa mesma timeline. O produto foi lançado oficialmente em maio de 2014 e já conta com usuários de 20 países. Ao todo, o programa espera atingir 200 mil perfis cadastrados até o fim do ano.

Mais informações: http://www.wikipass.com/.

deBrasília.com.br - todos direitos reservados ©
Para anunciar: comercial@debrasilia.com.br    Tel:(61) 8150-0256
Para envio de material/releases: contato@debrasilia.com.br
Desenvolvido por MadMídia