27 de Maio 18:49
A Espanha espera e torce por Diego Costa

Equipe médica corre contra o tempo para tentar recuperar atacante, e Del Bosque confirma que vai esperar até o último minuto por ele

  • Ft.: DW Jogador está lesionado e luta contra o calendário para estar na Copa
  • Da Deutsche Welle

    A seleção espanhola corre contra o tempo para poder contar com Diego Costa na Copa do Mundo. Na segunda-feira (27/05) à noite, os médicos da federação (RFEF) iniciaram o tratamento intensivo com o atacante, vice-campeão da Liga dos Campeões pelo Atlético de Madrid. Na final do último sábado, ele ficou menos de nove minutos em campo.

    Os primeiros exames confirmaram que o jogador brasileiro naturalizado espanhol sofreu uma microrruptura muscular no bíceps femoral – chamado de músculo do chute – na perna direita. "Depois de avaliar os exames estamos convencidos de que não houve nenhuma recaída da lesão do jogador e todas as partes envolvidas (federação, clube e jogador) decidiram que o atacante vai receber tratamento médico da RFEF", divulgou a federação em nota.

    Isso significa que, apesar de não ter sido um dos 19 jogadores convocados para o amistoso contra a Bolívia, em 31 de maio, em Sevilha, Diego Costa permanece no plantel do treinador Vicente Del Bosque. A comissão técnica da seleção campeã mundial assumiu os custos do tratamento e tem menos de uma semana para dar ao atacante condições ideais de treinamento.

    "Espero que ele esteja [no elenco da Espanha], mas temos bons substitutos. Estamos atentos à sua recuperação para decidir no último momento", disse Del Bosque a uma rádio local, para depois avisar: "Quem não conseguir treinar no dia 2 de junho, não viaja [ao Brasil]".

    A previsão dada pelos médicos é de que o atleta terá que ficar 15 dias afastado dos gramados. Diego Costa poderia então começar a treinar apenas três dias antes da estreia espanhola, contra a Holanda.

    Os concorrentes à posição de Diego Costa na seleção são os atacantes Fernando Torres, do Chelsea, Álvaro Negredo, do Manchester City, e Fernando Llorente, da Juventus. Além disso, Del Bosque convocou o jovem Gerard Deulofeu, que pertence ao Barcelona, mas esteve emprestado ao Everton, da Inglaterra. Mas nenhum destes teve uma temporada tão boa quanto Diego Costa. E isso não só Del Bosque sabe, mas também seus concorrentes.

    "Entendemos que Diego é um jogador que pode ser importante. Ele está em boas mãos e se no final ele poder vir conosco, seria ótimo para nós. Todos aqui partilham do mesmo entusiasmo", disse Fernando Torres, que voltou à seleção após dez meses sem ser convocado.

    Outros jogadores que preocupam a comissão técnica são o ponta Jesús Navas e o lateral-direito Juanfran. O jogador do Atlético de Madrid tem uma lesão no tornozelo, e o jogador do Manchester City sofre com dores na região da fíbula – lesão que o acompanhou uma boa parte dessa temporada. O substituto natural de Navas é justamente o jovem Deulofeu.

    "Não penso no Brasil. Vou aproveitar essa semana e aprender com esses grandes jogadores. Se Navas estiver lesionado, as minhas chances de estar na lista final aumentam, mas ainda não planejo estar no Brasil", disse o jovem atacante, que volta ao Barcelona para a próxima temporada.

    Após o amistoso contra a seleção boliviana, Del Bosque vai definir os 23 convocados. Em seguida, a Espanha viajará para os Estados Unidos, para a segunda parte de sua preparação, que inclui um amistoso contra El Salvador, em 7 de junho.

    Na busca pelo bicampeonato, a Espanha está no grupo B da Copa do Mundo, ao lado de Holanda, Chile e Austrália. A estreia da Fúria é contra a outra seleção finalista de 2010, a Holanda, no dia 13 de junho, em Salvador. Os espanhóis jogarão ainda no Rio, contra o Chile, e em Curitiba, contra os australianos.

    Contusões afetam rivais do Brasil

    Adversário de estreia da seleção brasileira, a Croácia, anunciou que o meio-campista Niko Kranjčar está fora da Copa do Mundo. O jogador do Queens Park Rangers sofreu uma lesão muscular na coxa durante os playoffs da Segunda Divisão do Campeonato Inglês e ficará entre quatro e seis semanas longe dos gramados.

    Este já é o quarto jogador com qual o treinador Niko Kovac não poderá contar no Mundial. O meia do Hamburgo Ivo Iličević e o zagueiro Ivan Strinić foram cortados por lesões. E o zagueiro Josip Simunic foi suspenso pela Fifa por entoar cânticos nazistas após a classificação croata à Copa.

    Já a seleção de Camarões, terceira adversária do Brasil, pode perder Pierre Webó, do Fenerbahçe, para o Mundial. O atacante machucou o ombro esquerdo após marcar um dos gols da vitória camaronesa, por 2 a 0, contra a Macedônia, de meia-bicicleta e foi direto para o hospital. Porém, segundo o site camfoot.com, Webó treinou normalmente com os colegas na tarde desta terça-feira.

    deBrasília.com.br - todos direitos reservados ©
    Para anunciar: comercial@debrasilia.com.br    Tel:(61) 8150-0256
    Para envio de material/releases: contato@debrasilia.com.br
    Desenvolvido por MadMídia