08 de Janeiro 10:42
Produção de soja brasileira deve superar 90 milhões de toneladas, segundo estimativas da INTL FCStone

As estimativas da consultoria apresentadas no início de janeiro apontam novos números para a safra 2013/2014 de soja. O clima favorável foi o principal responsável pela elevação das projeções

Novos estudos da INTL FCStone apresentados no início de janeiro mostram que a estimativa de produção de soja no país para a safra 2013/14 deverá ser ainda maior. Segundo a consultoria, a produção brasileira deve alcançar 90,16 milhões de toneladas. A conclusão é baseada no clima favorável ao desenvolvimento da safra e na aproximação do período de colheita. No Mato Grosso, principal estado produtor, as condições da safra são excelentes e a produtividade poderá ser recorde.

Ajustando as demais variáveis de oferta, a demanda doméstica deve ficar em torno de 40 milhões de toneladas em 2014, com exportações de 46,2 milhões, impulsionadas especialmente pela forte demanda chinesa. Isso leva a um estoque final de safra de quase 5,37 milhões de toneladas, o que representa 6,2% do total disponível no início do ciclo, revertendo o aperto de dois anos seguidos.

Produção do milho diminui mais de 10% em relação à última safra

Os estudos elaborados em janeiro pela consultoria INTL FCStone para a safra de milho estimam que a área plantada com a cultura será de 14,77 milhões de hectares para a safra 2013/14, o que representa uma queda de 6,65% em relação ao ciclo 2012/13. A produção estimada ficou em 72,44 milhões de toneladas, o que representa um aumento frente à estimativa de dezembro, mas uma queda de 10,57% em comparação à safra 2012/13, de 81 milhões de toneladas.

A produtividade do ciclo de verão, por enquanto, foi mantida em 5,1 toneladas por hectare. Para a “safrinha”, estimou-se um rendimento de 4,76 toneladas por hectare, o que representa um aumento de produtividade em relação à estimativa de dezembro, de 4,67 toneladas por hectare, num momento em que os produtores já estão começando a planejar o cultivo de inverno, mesmo que com expectativas de um investimento menor que o da safra 2012/13.

Metodologia
Na elaboração da estimativa de safra de soja no Brasil no ciclo 2013/14, a INTL FCStone considerou um modelo de regressão múltipla com efeitos fixos utilizando dados em painel baseado nos dados históricos dos principais estados produtores (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia) e a região do MAPITO (Maranhão, Tocantins e Piauí).

Foram utilizadas duas séries históricas na modelagem: (i) área plantada em cada um dos estados no período entre 1999 e 2012, extraídas da Companhia Nacional de Abastecimento e (ii) preço da soja na Bolsa de Mercadorias e Futuros de Chicago (Chicago Board of Trade – CBOT).

Salienta-se, ainda, que os estados considerados na amostra foram responsáveis por 90,34% da lavoura brasileira de soja nos últimos cinco anos e 90,16% de toda soja produzida no mesmo período.

Complementando a análise econométrica empregou-se a análise qualitativa por meio de contato com uma amostra de produtores em diferentes estados. Assim, foi possível elencar qual a troca e/ou ampliação da área a ser cultivada com soja neste ciclo e as condições das lavouras durante o desenvolvimento da safra.

Para a elaboração da estimativa de safra de milho no Brasil no ciclo 2013/14, a INTL FCStone utilizou-se da análise qualitativa, por meio de contato com uma amostra de produtores em diferentes estados, além de modelagem estatística. 

deBrasília.com.br - todos direitos reservados ©
Para anunciar: comercial@debrasilia.com.br    Tel:(61) 8150-0256
Para envio de material/releases: contato@debrasilia.com.br
Desenvolvido por MadMídia