28 de Março 12:58
UEFA reforça campanha contra o racismo

O comunicado da entidade pede a colaboração para lutar contra o racismo nos estádios.

  • REUTERS/Giampiero Sposito
  • A Federação Europeia de Futebol (UEFA) aproveitou a reunião de seu comitê executivo nesta quinta-feira, 28 de março de 2013, em Sofia, capital da Bulgária, para reforçar a campanha contra o racismo e os jogos arranjados. O comunicado da entidade pede a colaboração da justiça de países europeus para lutar contra as fraudes esportivas e o racismo nos estádios.

    “Os responsáveis pelo futebol europeu decidiram unir suas forças para lutar contra a ameaça que representam os jogos arranjados que são um risco global e um desafio para o esporte do mundo inteiro”, explicou a UEFA em seu comunicado. O texto reconhece a limitação das instâncias esportivas para lutar sozinhas contra essas fraudes, comandadas por organizações criminosas. Por isso, a entidade pede a colaboração da justiça europeia. “A fraude esportiva deve ser considerada um delito nas legislações específicas de cada país europeu”, reivindica a UEFA.

    Em relação ao combate contra o racismo, a Federação Europeia de Futebol avalia que as campanhas de educação e prevenção, assim como as regras existentes, trouxeram progressos, mas não impediram a repetição de graves incidentes. Para acabar definitivamente com esses atos, a entidade propõe sanções mais duras em todos os níveis. A UEFA recomenda, por exemplo, que os árbitros possam interromper um jogo em caso de manifestações racistas.

    A entidade também insiste para que jogadores e técnicos denunciem esses atos, mesmo se for contra colegas ou torcedores do próprio clube. Por fim, a Federação Europeia pede o apoio das autoridades civis e judiciárias para indiciar e banir dos estádios os torcedores racistas.

    Fonte: RFI

    deBrasília.com.br - todos direitos reservados ©
    Para anunciar: comercial@debrasilia.com.br    Tel:(61) 8150-0256
    Para envio de material/releases: contato@debrasilia.com.br
    Desenvolvido por MadMídia